Exames

Eletroencefalograma (EEG)

​O EEG é um exame que registra a atividade elétrica cerebral espontânea, captada através da utilização de eletrodos colocados sobre o couro cabeludo. Com o exame é possível fazer o diagnóstico de eventuais anormalidades dessa atividade.

Indicações do EEG

  • Suspeitas de alterações da atividade elétrica cerebral e dos ritmos cerebrais fisiológicos;
  • Epilepsia ou confirma seu diagnóstico;
  • Pacientes com alteração da consciência;
  • Diagnóstico para algumas doenças infecciosas, degenerativas e psiquiátricas.

O EEG é registrado também durante a sonolência e o sono. O registro nos estados de vigília,sonolência e sono  aumenta a sensibilidade do método na detecção de diversas anormalidades.

Após o registro espontâneo, são realizadas as provas de ativação: hiperpneia (o paciente realiza incursões respiratórias forçadas e rápidas, por 3 a 4 minutos) e foto estimulação intermitente ( uma lâmpada que produz flashes com frequências que variam de 0,5 a 30 Hz é colocada em frente ao paciente). Este método aumenta a sensibilidade do exame, e também pode detectar alterações específicas provocadas pelas provas de ativação.

O EEG pode ser realizado por qualquer pessoa.

O EEG fornece uma avaliação transversal da atividade elétrica cerebral no período de realização do exame, que geralmente tem a duração mínima de 20 minutos. Portanto, algumas alterações ocasionais apresentadas pelo paciente, podem não ser detectadas nesse exame.

Apesar dos métodos de ativação aumentarem a sensibilidade do exame para diagnóstico de anormalidades epileptiformes, o registro pode ser normal, ou seja, pacientes com epilepsia podem apresentar exames sem alterações.

Preparação para o exame EEG   

  • Paciente deve estar bem alimentado;
  • Deve estar com o cabelo limpo e seco para permitir melhor fixação dos eletrodos.

Para registro de sonolência e sono, recomenda-se que o paciente deva dormir no mínimo quatro horas a menos do que o habitual.

 

Polissonografia

A Polissonografia é o exame para avaliar o padrão de sono de adultos e crianças. Eletrodos e sensores de superfície são colocados em várias partes do corpo para registrar as ondas cerebrais, o nível de oxigênio no sangue, frequência cardíaca e respiratória, assim como os movimentos dos olhos e pernas durante o estudo para a identificar os distúrbios de sono.

Preparação para o exame de Polissonografia

  • Lavar e secar os cabelos. Usar xampu neutro (não usar creme, condicionador ou gel) ;
  • Barbear-se (exceto para pacientes que usem barba normalmente);
  • Trazer roupa confortável para dormir, sem elásticos nos punhos e tornozelos;
  • Trazer travesseiro caso não se sinta confortável com outro, além dos objetos de uso pessoal ;
  • Evitar no dia do exame ingerir café , chimarrão, refrigerante ou bebidas com cafeína;
  • Não ingerir bebida alcoólica 48h antes do exame;
  • Caso esteja com gripe, tosse ou febre, o paciente deve desmarcar o exame;
  • EXCLUSIVO PARA CRIANÇAS: a criança deve ser acompanhada por um responsável durante o exame. Trazer alimentos e fraldas (somente será fornecido o café da manhã) .

Os exames de Polissonografia são realizados todas as noites, inclusive aos finais de semana.

 

Polissonografia Domiciliar

O IES oferece o serviço de Polissonografia Domiciliar para diagnóstico dos Distúrbios Respiratórios do Sono, que consiste na realização do exame do sono noturno, no conforto de sua casa, sem a necessidade de dormir no Laboratório do Sono.

O paciente no dia marcado se encaminha para a clínica para colocação dos sensores, sendo necessário acompanhante, pois o paciente não poderá dirigir. É necessário seguir as mesmas orientações da preparação da polissonografia realizada no Laboratório do Sono.

 

Polissonografia para titulação CPAP

É um exame de polissonografia realizado durante o sono indicado para casos de apneia do sono moderada a grave. O paciente durante o exame utiliza o aparelho de CPAP, que terá a pressão calibrada pelo técnico a fim de eliminar as todas as anormalidades respiratórias (roncos, apneias e hipopneias) durante o sono.

O uso do CPAP durante o sono em pacientes com apneia melhora a memória, a cognição, a disposição durante o dia, reduz a sonolência e evita o aparecimento e agravamento de problemas cardiovasculares. O tratamento da apneia com o CPAP aumenta a expectativa de vida e melhora a qualidade de vida do paciente.

 

Teste de Latências Múltiplas do Sono

O teste de latências múltiplas do sono documenta a sonolência e a ocorrência de sono REM durante o período diurno. O paciente deita em uma sala escura e silenciosa durante o exame, e são realizados cinco registros polissonográficos com 20 minutos cada e intervalos de 2 horas, durante os quais o paciente deve tentar adormecer.

O teste é realizado com a finalidade de fazer o diagnóstico de narcolepsia, uma doença que causa sonolência  diurna excessiva acarretando o aumento da probabilidade de acidentes e diminuição da qualidade de vida.

 

Atendemos:

  • Particular
  • UNIMED
  • IPASGO
  • GEAP
  • AMIL

 

Instituto de Especialidades e Sono – IES

Contato: (62) 3252-1500 / 3253-1919

Whatsapp: (62) 98129-9595

E-mail: [email protected]

Endereço: Rua T 55, N° 869, St. Bueno, Goiânia, Goiás.  Cep: 74215-170

Botão Voltar ao topo